Megaupload bloqueado – Anonymous hackers contra atacam

MegaUpload Down

O site MEGAUPLOAD esteve disponível até ontem de manhã dia 19/01. Mas foi fechado pelo FBI alegadamente por pirataria e ainda deteve quatro pessoas.

 

O ato ocorreu justamente no auge da discussão sobre pirataria online, depois de inúmeras empresas terem se manifestado contra a SOPA (Stop Online Piracy Act). No entanto, de acordo com o Wall Street Journal, o FBI declararam que não há conexão entre as prisões e a atual situação política. Segundo os porta-vozes do FBI, o cancelamento do Megaupload, na verdade, é resultado de mais de dois anos de investigações.

Além disso, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos faz acusações pesadas contra o Megaupload. Diz que o site é responsável pela perda de, pelo menos, 500 milhões de dólares aos cofres dos detentores de copyrights.

A acusação dos federais também chama o site de “organização criminosa mundial, cujos membros estão envolvidos com crimes de violação de direitos autorais e lavagem de dinheiro, em grande escala”. Os investigadores estimam que os negócios do Megaupload angariaram mais de 175 milhões de dólares. Por enquanto, não há pronunciamentos oficias dos advogados do site sobre o ocorrido.

A retaliação não se fez esperar e os “Anonymous” em resposta efectuaram o maior ataque de sempre, onde estiveram envolvidas mais de 5600 pessoas no ataque que decorreu durante toda a noite de hoje e os alvos foram os sites governamentais norte americanos e as industrias da musica e do cinema, isto de acordo com informações da Reuters.

Estas ocusações são suscetiveis de opiniões variadas, pelo fato de toda a gente poder ter acesso à cultura principalmente nesta altura de crise. Relativamente a esta situação tenho uma opinião muito própria, penso que os direitos autoriais têm de ser defendidos, mas a regulação de preços pelo que se paga nas idas ao cinema ou aquisição de jogos, musicas etc são preços “estupidamente altos”, pois mesmo com a pirataria as empresas de produção e distribuição obtêm lucros fabulosos, e é de relembrar que a própria pirataria é uma forma de marketing o que leva a divulgação dos conteúdos a mais pessoas. 

A pirataria vai continuar, portanto o conselho que deixo ficar é que as produtoras terão de lançar os seus produtos numa forma diferenciadora, efetivando a diferenciação da compra do original para a pirataria. A ver vamos onde isto pára.   

{youtube}m8S8zx4gAcw{/youtube}

{module 198}

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *